No próximo dia 18/11 sambistas renomados farão um show em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra ( que se comemora dia 20/11) no salão da ARUC (Cruzeiro).

Segundos os organizadores, a intenção do evento é chamar atenção da sociedade com relação ao preconceito que, infelizmente, perdura em pleno século XXI, a falta de incentivo a cultura por parte do Estado e as ações truculentas  da AGEFIS que estão prejudicando músicos e comerciantes de Brasília embasados na retrógrada Lei do Silêncio.

Como se não se bastasse a labuta da classe em seguir carreira devido aos obstáculos oriundos da vida, se deparam hoje com a inquisição de uma autarquia e a imposição de uma Lei que prejudica àqueles que tentam tirar o seu sustento animando as noites “sem vida” de Brasília.

Nenel Vida, Rodrigo Sampaio, Toninho Geraes, Dhi Ribeiro, Fabinho Samba, Vinicius de Oliveira e outras autoridades do samba de raiz pretendem badalar a cidade.

Estranhou o que? Preto pode ter o mesmo que você..”  –  Moacir Luz