Rede estadual do Rio retorna parcialmente às aulas no dia 19

0
47

[ad_1]

A volta às aulas na rede estadual de ensino do Rio ocorrerá no dia 19 de outubro. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (9) pelo governo do estado. Inicialmente, o retorno será apenas para estudantes do 3° ano do Ensino Médio e da quarta fase da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

De acordo com o governo, o retorno do 3° ano é para que os alunos não sejam ainda mais prejudicados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que está com data marcada para 17 de janeiro. A estimativa é que pouco mais de 120 mil alunos voltarão às salas de aula nesta etapa.

De acordo com O Dia, o secretário estadual de Educação, Comte Bittencourt, confirmou a defasagem no aprendizado dos alunos da rede estadual que não tiveram acompanhamento adequado online. Segundo ele, não dá para resolver “em 35 dias o que não foi feito em 180”.

“Não vamos poder reinventar nada fora do normal. Esse calendário vai ser comunicado na terça-feira. Não faremos mágica achando que vamos recuperar em 35 dias o que não foi feito em 180 dias. Mas confio nos educadores do estado do Rio, conheço as carências que existem”, disse.

Leia mais: Justiça autoriza retorno das aulas em escolas privadas do RJ a partir desta quinta

Estudantes que não se sentirem à vontade para retornar este ano poderão cursar a 3ª série do Ensino Médio no ano que vem. O retorno para as outras séries não está previsto para este ano.

Testagem

Segundo a Secretaria de Estado e Educação (SEEDUC), não precisarão retornar às aulas presenciais os servidores que estão enquadrados nos grupos vulneráveis da covid-19, como imunodeprimidos, indivíduos com 60 anos de idade ou mais, que possuem doenças crônicas; gestantes e puérperas.

A Secretaria informou também que na retomada serão disponibilizados mais de 30 mil testes rápidos (Igm/IgG) em uma parceria entre as secretarias de Saúde e de Educação. A testagem será feita apenas para os profissionais que devem retornar às aulas ainda em 2020. O teste não será obrigatório. 

A testagem dos docentes deverá ocorrer nas unidades municipais de Saúde mais próximas das escolas ou das residências dos profissionais. Uma nova resolução com os locais para os testes e demais orientações sairá na próxima semana. 


 

Fonte: BdF Rio de Janeiro

Edição: Jaqueline Deister

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta