Jornal L’Equipe da França destaca negociação do paraibano Luis Henrique

0
123


O ex-atacante brasileiro e do OM Paulo Cézar é o juiz Luis Henrique, o mais recente recruta na janela de transferências do Marselha.

O tempo parece não ter segurado a energia do ex-atacante brasileiro Paulo Cézar (71). Enquanto OM formaliza a chegada de seu compatriota Luis Henrique (18), o campeão mundial de 1970 se emociona que ninguém do clube tenha atendido seu telefone para perguntar a opinião dele sobre o jogador: “Com Jairzinho (passado como ele pelo Marselha em 1974-1975), estamos no Rio: é normal que ninguém do clube nos tenha chamado? E se tivesse sido? “Eu não vou te dizer o que eu teria respondido”, ele desliza com um sorriso. Para o ex-atacante do Botafogo e do OM, Luis Henrique ainda precisa confirmar um certo potencial.

“Qual a sua opinião sobre o Luis Henrique?

Teve altos e baixos no Botafogo. Falta consistência. Ele tem qualidades, mas conosco estamos esperando há um ou dois anos. Vamos ver. Já faz um tempo que dissemos que ele vai explodir: até agora, não explodiu. Talvez seja esse o caso em Marselha.

“É um jovem jogador com muitas qualidades, uma promessa, como dizem, mas ainda tem de progredir, principalmente na finalização”

Paulo Cézar, ex-jogador do OM
Que tipo de jogador ele é?

É um jovem jogador com muitas qualidades, uma promessa, como dizem, mas ainda tem de progredir, principalmente na finalização. É driblador, gosta de se movimentar, mas deve trabalhar o fundamental: passar bem a bola, ser eficiente na frente do gol.

Você acha que ele pode se adaptar ao OM?

Ele tem um perfil que pode agradar ao público de Marselha, que ama o futebol como a arte, o drible. Mas as expectativas não devem ser muito altas no momento: ele é um jogador em formação, que ainda não está pronto. Ele tem as qualidades, mas cabe a ele tomar consciência do trabalho que deve realizar.

Por Benjamin Henry





Source link

Deixe uma resposta