- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
InícioNAIARA DIASQuem é Pedro Júnior , pré-candidato à subseção do Gama / Santa...

Quem é Pedro Júnior , pré-candidato à subseção do Gama / Santa Maria

 

Me chamo Pedro Júnio Bandeira Barros Dias, cresci na cidade do Gama onde resíduo com muito orgulho.  Por vontade de contribuir com a justiça e combater as ilegalidades da sociedade, decidi iniciar o curso de Direito, me tornando bacharel pela Faculdade de Direito da Universidade Paulista. Assim, imediatamente após a conclusão do curso, no ano de 2015, tive a oportunidade de abrir o meu escritório no Gama/DF e iniciar a minha militância na advocacia.

Porém, antes de me tornar advogado, sempre busquei aprimorar as minhas habilidades, com a intenção de me tornar um profissional qualificado e capaz de cumprir o que me dispusesse a fazer. Então, tive o privilégio de aprender e aperfeiçoar a minha experiência em alguns cargos do poder legislativo e executivo, sendo diretor, assessor especial de secretária, assessor parlamentar, assessor jurídico, entre outras funções que me conectaram ao universo jurídico do Poder Público e das demandas sociais.

Inclusive, no ano de 2012, comecei o meu estágio em direito, dentro de um escritório de advocacia que me deu oportunidade de vivenciar, antes de me tornar advogado, o cotidiano desta profissão, confesso que foi nesta época que me apaixonei pela advocacia.

E, no ano de 2014, fui convidado para participar como membro da Coordenadoria de Ética do Conselho Penal do Gama/DF, de forma voluntária, desempenhando atividades consultivas e debatendo assuntos relevantes do sistema prisional e do universo penal.

Bem, como para a maioria dos advogados do Distrito Federal, o início da minha carreira, na advocacia, não foi nada fácil, mas com persistência, resiliência, honestidade e valorizando os relacionamentos, consegui superar os desafios e manter o meu propósito irretocável, que é ser um advogado de valor, totalmente profissional e com competência para atender àqueles que me buscam.

Para chegar onde eu cheguei e, talvez para algumas pessoas não seja muito, trilhei uma grande jornada e, somente eu, Deus, minha família e poucas pessoas, sabem o que enfrentei para conseguir o meu espaço neste universo de mais de 1 (um) milhão de advogados (espaço este que tenho buscado ampliar a cada dia, subindo degrau por degrau, com muita humildade).

Assim, em razão das experiências profissionais que tive, comecei a trabalhar de uma forma diferente, e pude entender que o meu trabalho necessitava ser agregado às demandas da comunidade, de uma forma social e mais cautelosa com o interesse público, ou seja, compreendi que não existe a advocacia sem a sociedade, e não poderia fechar os meus olhos para isso. Portanto, passei a enfrentar os problemas jurídicos, não apenas como um trabalho remunerado, mas como uma função social, dentro da minha missão de vida.

Compartilho esta parte da minha história, não para me vangloriar ou dizer que fiz muito, pelo contrário, escrevo este pequeno texto para te motivar a reconhecer o seu esforço, mesmo que algumas pessoas falem que “foi pouco” ou que ainda “falta muito para você chegar em algum lugar’’, saiba que todo o seu esforço, para chegar onde chegou, vale muito.

Olha, é preciso evoluir e melhorar todos os dias, mas também é importante reconhecer e valorizar todos as nossas conquistas, mesmo que, para alguns, sejam insignificantes, para nós, sempre devem ser extraordinárias!

 

Notícias Relacionadas
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -