Google exclui Austrália de sua nova ferramenta de notícias; entenda

0
86


O News Showcase, iniciativa de apoio ao jornalismo profissional apresentada pelo Google nesta quinta-feira (1), tinha lanamento anunciado para Alemanha, Brasil e Austrlia. Esta ltima, porm, foi cortada da lista de ltima hora devido a “complicaes regulatrias”.

O pano de fundo por trs da excluso so as divergncias entre a Big Tech e o governo australiano acerca de uma proposta regulatria que, se levada adiante, poderia causar desconforto financeiro filial da companhia no pas.

Apresentada pela Comisso Australiana de Concorrncia e Consumidores (ACCC), a proposta prev medidas que obrigariam empresas como Google e Facebook a pagarem aos veculos de mdia pela veiculao de notcias.

No entendimento das autoridades, a gigante de tecnologia deveria desembolsar uma determinada quantia sempre que exibisse links da imprensa australiana nos resultados de pesquisas.

Desse modo, a deciso de retirar a Austrlia do cronograma de lanamento soa como uma resposta s exigncias “impraticveis” que vm sendo cobradas pelo pas. O Google anunciou que decidiu suspender contratos com cinco veculos locais cujas notcias deveriam aparecer no News Showcase.

Reprodu

Nova ferramenta leva “stories” com notcias ao Google News. Imagem: BigTunaOnline/Shutterstock

“Enquanto trabalhamos para entender os impactos do cdigo de negociao da mdia de notcias sobre parcerias e produtos, colocamos este projeto em pausa por tempo indeterminado”, afirmou a diretora do Google para a Austrlia e Nova Zelndia, Melanie Silva, em declarao Reuters.

“Nossas preocupaes sobre o cdigo de conduta sugerido pela ACCC so srias, e esperamos que elas sejam resolvidas em breve para que possamos trazer o News Showcase para a Austrlia”, ela acrescentou.

A nova iniciativa do Google, apresentada no Brasil como “Destaques”, consiste em agregar notcias de veculos selecionados em “stories” no aplicativo do Google Notcias. A Big Tech anunciou que vai destinar US$ 1 bilho (R$ 5,6 bi, aproximadamente) a parcerias com empresas jornalsticas nos prximos anos.

interessante observar que, em parte, a ferramenta entrega justamente o que foi pedido pela ACCC, apoio aos veculos de imprensa, mas o faz de maneira mais branda, sem pagar por cada link exibido na Busca, como sugerido pela Austrlia.

Via: Reuters





Source link

Deixe uma resposta