- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
Inícioultimas noticiasEm escola da Candangolândia, crianças aprendem brincando – Agência Brasília

Em escola da Candangolândia, crianças aprendem brincando – Agência Brasília


“Brincar é coisa séria”. Essa frase norteia o trabalho da coordenadora pedagógica da Escola Classe 01, da Candangolândia, Ana Maria Miranda. A unidade, criada há 36 anos, tem hoje 460 alunos que se revezam semanalmente entre as aulas presenciais e remotas. O ensino por meio de um método lúdico, mediado por brincadeiras, é ministrado por 20 professoras.

Na Escola Classe 01, da Candangolândia. o ensino por meio de um método lúdico, mediado por brincadeiras, é ministrado por 20 professoras| Fotos: Paulo H Carvalho/Agência Brasília

Tabuleiros de damas, amarelinha e pegadas, tudo pintado no chão do pátio, assim como palitinhos de madeira, são parceiros das professoras na alfabetização dos pequenos. Ana Maria, com 25 anos de magistério, destaca a importância de brincar na vida das crianças, inclusive na hora de estudar.

“A aprendizagem tem muito mais eficácia quando se brinca, porque brincar é uma coisa natural da criança”, explicou a coordenadora. Como exemplo do benefício do método, a educadora destacou que é muito melhor brincar de formar palavras do que escrever dez ou 15 vezes a mesma coisa para decorar.

O ensino lúdico tem sido um grande aliado das professoras neste momento de retorno às aulas após a pandemia de coronavírus. Segundo Ana Maria, as crianças voltaram sem saber sequer correr. “Durante o tempo de ensino remoto as crianças não tiveram educação infantil. Estavam o tempo todo na frente do computador”, destacou.

“A aprendizagem tem muito mais eficácia quando se brinca, porque brincar é uma coisa natural da criança”Ana Maria Miranda, coordenadora pedagógica da Escola Classe 01 da Candangolândia

A diretora da Escola Classe 01, Adriana Martins Galeno, está pela segunda vez à frente da administração da unidade. Seu primeiro mandato foi de 2012 a 2013 e o atual teve início em 2017. Adriana contou que algumas docentes que chegam à unidade às vezes têm dificuldade com o método lúdico de ensino, mas logo se engajam no projeto. “O retorno que os pais dão sobre o método de ensino é muito bom. Como muitos deles estudaram na escola, fazem a comparação com a época deles”, contou.

A secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, diz que aprender brincando funciona muito bem na primeira infância. “Sobre o método lúdico, ele foi preconizado pela médica e educadora italiana Maria Montessori e até hoje é bastante difundido pelo mundo”, ressalta.

“Ela defendia que o caminho do intelecto passa pelas mãos, porque é por meio do movimento e do toque que as crianças exploram e decodificam o mundo ao seu redor, percebendo que cada brinquedo e brincadeira criados nesse método, tem uma função para auxiliar de modo eficiente o desenvolvimento da criança de uma forma lúdica. Assim como o ambiente, a atividade sensorial e motora, utilizada no método lúdico, desempenha função essencial, ou seja, dá vazão à tendência natural que as crianças têm de tocar e manipular tudo o que está ao seu alcance”, explica a secretária.

Tabuleiros de damas, amarelinha e pegadas, tudo pintado no chão do pátio, assim como palitinhos de madeira, são parceiros das professoras na alfabetização dos pequenos

Materiais concretos

A coordenadora aposta que brincar com materiais concretos é a maneira mais eficaz de aprender. “A matemática precisa ser aprendida no concreto. Não adianta eu saber que dois mais dois são quatro se não pegar quatro palitos e descobrir que dois mais dois é igual a quatro. Se somente alguém me falar, vou apenas decorar”, explicou.

Além de auxiliar na alfabetização e no aprendizado das crianças, o método de aprender brincando também ajuda na socialização e no ensino dos pequenos que apresentam algum tipo de problema, como por exemplo, a hiperatividade. “O brinquedo e a brincadeira são nossos aliados o tempo todo” destacou.

Reforma

Os brinquedos pedagógicos do pátio da escola foram pintados no chão durante o período de fechamento da unidade, na pandemia. Mas não foram só brinquedos pedagógicos que a unidade ganhou. De acordo com a coordenação de ensino do Núcleo Bandeirante, a reforma começou em 2019 e terminou neste ano.

A quadra poliesportiva ganhou cobertura, os banheiros foram reformados, toda a escola foi pintada, um parquinho foi construído e colocado piso de granitina. O valor total da obra foi de R$ 422 mil. “Muitos alunos chegam e falam, “como minha escola está bonita.”



Source link

Notícias Relacionadas
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -