- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
Inícioultimas noticiasCentro de operações vai monitorar on-line quedas de energia – Agência Brasília

Centro de operações vai monitorar on-line quedas de energia – Agência Brasília


Um Centro de Operações Integradas (COI) que promete resultar, entre outras melhorias, na diminuição de tempo para atendimento à falta de energia em todo o Distrito Federal. Essa é uma das novidades anunciadas, na manhã desta quarta-feira (20), pela Neoenergia Brasília, distribuidora energética da capital.

A nova central vai monitorar, em tempo real, o que se passa em toda a rede, podendo se antecipar a eventuais gargalos e até mesmo operar o sistema a distância| Foto: Jaqueline Husni/Agência Brasília

O espaço, inaugurado juntamente com as novas instalações da distribuidora, faz parte dos investimentos em tecnologia, inovação e modernização do sistema elétrico do DF. A nova central vai monitorar, em tempo real, o que se passa em toda a rede, podendo se antecipar a eventuais gargalos e até mesmo operar o sistema a distância com alto nível de confiabilidade, minimizando os impactos de interrupções de energia para a população.

“O governador Ibaneis Rocha acertou quando decidiu privatizar a distribuição de energia do DF, que está sob uma gestão proativa, que investe em modernidade, que permite distribuir energia com eficiência às 33 regiões administrativas”Vice-governador Paco Britto

Com investimento de cerca de R$ 80 milhões em todo o DF, o tempo médio de espera do consumidor entre o início da falta de energia e a volta do fornecimento já diminuiu 13% e a modernização do sistema representa, hoje, quase três vezes o investido em todo o período de 2020. “Antes tínhamos interrupções de mais de hora, mas conseguimos reestabelecer, atualmente, de forma muito mais rápida. Em localidades como Sudoeste, por exemplo, o tempo de espera já diminuiu 65% e em Ceilândia, mais de 15%”, explicou o presidente da Neoenergia Brasília, Frederico Candian.

Para o vice-governador Paco Britto, esse resultado “faz valer a concessão realizada pelo Governo do Distrito Federal”. “Vemos hoje que nosso maestro, o governador Ibaneis Rocha, acertou quando decidiu privatizar a distribuição de energia do DF que está sob uma gestão proativa, que investe em modernidade, que permite distribuir energia com eficiência às 33 regiões administrativas”, afirmou. “Esses dados são expressivos e demonstram que os mais de 1 milhão de clientes vivenciará, em breve, qualidade no serviço de distribuição de energia e melhoria na qualidade de vida”, completou o vice-governador.

Também presente no evento, o superintendente de medição administrativa, ouvidoria setorial e participação pública da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Ruelli, parabenizou o GDF pela transição realizada após o processo de privatização dos serviços da CEB. “Uma empresa que já tinha uma percepção positiva por parte do cidadão, mas como sabemos, é importante que haja investimentos e melhorias para o melhor serviço na ponta, ao consumidor”, disse.

 



Source link

Notícias Relacionadas
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -