- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
Inícioultimas noticiasHospital de Planaltina ganhará leitos de UTI e diálise – Agência Brasília

Hospital de Planaltina ganhará leitos de UTI e diálise – Agência Brasília


Uma demanda antiga da população de Planaltina será atendida pelo Governo do Distrito Federal (GDF). O hospital regional da cidade terá, pela primeira vez, leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e estrutura para procedimentos de diálise. Atualmente, os pacientes são encaminhados, via Central de Regulação, para outras regiões, como Sobradinho, Ceilândia, Samambaia e Plano Piloto, para receberem esses atendimentos.

O diretor de Edificações da Novacap, Rubens Oliveira, explica que serviços vão ampliar atendimento do hospital | Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Os novos leitos fazem parte do projeto do novo bloco auxiliar do Hospital Regional de Planaltina, cujas obras já estão em processo de licitação. O valor estimado da contratação é de R$ 20.627.809,19. O certame está programado para o dia 19 deste mês.

Com três pavimentos, a edificação terá uma área total de 3.935,49 m² para comportar nove leitos de UTI, dois consultórios e sete poltronas de diálise, além de áreas de internação pediátrica e para adultos; serviços de odontologia, fisioterapia e fonoaudiologia; núcleo de vigilância epidemiológica e de vacinas e unidade de serviço social, entre outros setores. A área administrativa do hospital também será transferida para o novo bloco.

O Hospital Regional de Planaltina abrange todas as especialidades básicas e costuma receber pacientes com traumas devido à proximidade com rodovias. “Como [o hospital] atende a um número grande de pacientes, os leitos não comportam mais a população atual da cidade”, explica a superintendente da Região de Saúde Norte, Sabrina Gadelha. A unidade de saúde recebe uma média superior a 12 mil pacientes por mês.

“Essa é uma reivindicação de décadas e chega em boa hora”, avalia o administrador de Planaltina, Célio Rodrigues. “O nosso governador Ibaneis Rocha está atendendo a um pedido da comunidade que trará um grande benefício. Nesse tempo de pandemia, ter um hospital em uma região de 200 mil habitantes sem UTI é algo muito crítico. Teremos essa adequação de serviços.”

Projeto e obras

O projeto do novo bloco foi desenvolvido por uma empresa credenciada à Novacap, com avaliação e aprovação da companhia urbanizadora, levando em consideração as necessidades da regional de saúde. “A demanda principal era a construção de uma edificação adjacente à principal para comportar leitos de UTI, salas de diálise e a parte administrativa para atender a população que carece desse serviço no hospital existente”, comenta o diretor de edificações da Novacap, Rubens Oliveira.

Por não se tratar de uma reforma, mas da construção de um novo edifício no mesmo terreno, as obras não terão impacto no atendimento da regional. O bloco auxiliar será uma construção convencional de concreto e alvenaria. Após o término da obra, será preciso fazer uma ligação entre o prédio existente do hospital com o bloco.

As obras serão tocadas a partir de fevereiro de 2022. As empresas interessadas na licitação devem apresentar propostas para participar do certame a ser realizado este mês. Após uma avaliação da Novacap, será escolhida vencedora a empresa que apresentar o menor preço. Depois do anúncio, a expectativa é de 60 dias para o início das obras.



Source link

Notícias Relacionadas
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -