Ministério de Damares repudia ‘discriminação’ de senadores da CPI a Nise e Mayra | Brasil

0
123


Divulgação/Agência Senado/Jefferson Rudy

Nise Yamaguchi foi ouvida pela CPI na terça-feira (3)

A Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, que integra o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, publicou uma nota nesta quarta-feira (2) em repúdio à discriminação sofrida pela Secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, e Nise Yamaguchi no âmbito da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid.

“Assistimos com perplexidade trechos veiculados no âmbito da CPI e publicações em redes sociais que expressam interrupções, menosprezo, descrédito, conteúdos sexuais e vexatórios”, diz o documento, que cita alguns trechos:

  • “Mas a senhora não sabe responder a absolutamente nada (…) Não soube dizer o que é o vírus, o que é um protozoário”
  • “Me sinto agredida, em um gabinete de exceção”
  • Outros termos foram publicados em “memes”, que por sua extrema violência tornaria essa nota um novo ato de violência.

Segundo a pasta, os “atos de discriminação” dos parlamentares reforçam “uma cultura de ódio e de agressão às mulheres”.

“Fazemos um apelo aos Senadores da República e aos internautas! A cada palavra dita e a cada mensagem escrita, pensem nas mulheres! O Brasil, infelizmente, é o quinto país que mais mata mulheres no mundo e atos como esses influenciam e alimentam uma cultura de violência, que precisamos superar para que nossas mães, filhas e amigas sejam tratadas com dignidade em todos os ambientes. Digam, verdadeiramente, não a qualquer tipo de violência contra as mulheres”, conclui a nota.

Fonte: IG Mulher



Source link

Deixe uma resposta