Brasília Ambiental abraça ideia de professor sobre o ciclo da água

0
65


Com o objetivo de facilitar a compreensão de alunos a respeito do ciclo da água, o professor de geografia Eduardo da Silva idealizou uma proposta interativa para o ensino das ciências ambientais no Parque Ecológico Riacho Fundo, administrado pelo Brasília Ambiental. A ideia, apresentada em dissertação de mestrado na Universidade de Brasília (UnB), conta com o apoio da Unidade de Educação (Educ) do instituto.

Trata-se do Circuito Virtual das Águas, uma trilha dentro do Parque Riacho Fundo que pode ser percorrida no site específico.  De acordo com o professor, um dos pontos de destaque é a inovação da aprendizagem. “Existem muitas formas de ensinar. A ideia é desencadear um processo de aprendizagem inovador sobre o ciclo hidrológico, entre os estudantes do Projeto Parque Educador”, explica.

“Estamos satisfeitos em contribuir, dando visibilidade de forma física e apoiando a materialização do conteúdo nas placas informativas e educativas da trilha, que vamos batizar com carinho como Trilha do Ciclo da Água do Parque Ecológico do Riacho FundoMariana Ferreira, analista do Brasília Ambiental

A Educ resolveu materializar a ideia, instalando as mesmas placas da trilha virtual na trilha presencial. Segundo a analista Mariana Ferreira, do Brasília Ambiental, o conteúdo do professor chegou como um verdadeiro presente, porque a unidade de educação do instituto tem preparado trilhas ecológicas para funcionarem como salas de aula ao ar livre, com foco nos alunos que participam do Parque Educador e na comunidade em geral.

“Tivemos oportunidade de conversar com o ex-professor do programa e estamos satisfeitos em poder contribuir, dando visibilidade de forma física e apoiando a materialização desse conteúdo nas placas informativas e educativas da trilha na unidade de conservação, que vamos batizar com todo carinho como Trilha do Ciclo da Água do Parque Ecológico do Riacho Fundo”, revela Mariana.

Eduardo Silva foi professor da Secretaria de Educação (SEE) e trabalhou no Projeto Parque Educador, nos parques ecológicos Riacho Fundo e Águas Claras. Recentemente, assumiu um novo cargo no Instituto Federal da Bahia, mas continua trabalhando a ideia da trilha virtual de forma remota.

Fruto de uma parceria entre o Brasília Ambiental, e as secretarias de Educação e do Meio Ambiente (Sema), o Parque Educador é um projeto pensado para fortalecer a educação ambiental no Distrito Federal, ampliar o espaço educativo das escolas públicas, principalmente daquelas de ensino integral, e aumentar a integração dos parques com a comunidade, sensibilizando-a quanto à sua importância e fortalecendo o sentimento de pertencimento.

*Com informações do Brasília Ambiental



Source link

Deixe uma resposta